O Resumo Escola está também no Facebook!

Já passou lá na página do Resumo Escola no Facebook? Ainda não?! Entra lá, deixa um like e receba as últimas novidades do Resumo Escola!

Nós do Resumo Escola estamos prontos para ouvir você!

Nós queremos ouvir o que nossos leitores tem a falar, basta clicar no banner para você ser redirecionado para nossa página de contato. Vai lá, queremos saber suas dúvidas e opiniões a respeito de nós!

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Cidades Inteligentes

1. Qual o conceito oficial de Cidades Inteligentes ?













O conceito de Cidades Inteligentes tem como base o aproveitamento das tecnologias para ajudar a solucionar os problemas dos grandes centros urbanos. Cidades mais inteligentes orientam o crescimento econômico sustentável e a prosperidade para seus cidadãos. Seus líderes têm as ferramentas para analisar dados para melhores decisões, antecipar problemas e resolvê-los de forma proativa e coordenar recursos para operar efetivamente.

2. Quais os tipos de serviços são providos por uma típica cidade inteligente ?
















Serviços de planejamento e gerenciamento
Planejamento e gerenciamento significam construir e levar adiante maneiras para uma cidade descobrir seu potencial total enquanto operações eficazes do dia a dia são mantidas. Líderes de cidades devem pensar como um todo sobre insight de operações, cumprimento da lei e gerenciamento emergencial, governo e órgãos administrativos, e planejamento urbano incluindo prédios mais
Segurança pública
Segurança para tudo, desde ligações de trânsito a brechas na segurança, as agências de segurança pública podem reunir dados de diferentes fontes; entregá-los em tempo real para os principais interessados, tomadores de decisão de gerenciamento emergencial e primeiros respondentes. Analíticas são usadas para derivar novos insights e descobrir tendências antes de se tornarem problemas sistemáticos ou eventos criminosos.
Serviços de infraestrutura
Serviços de infraestrutura tornam a cidade "habitável." Estes serviços fundamentais, tanto necessidades como confortos para os cidadãos e negócios, incluem utilitários como água e energia, bem como transporte e áreas ambientais.
Energia e água
Captação de água de forma inteligente e economia máxima de energia, são partes indispensáveis para uma Cidade Inteligente.
Programas sociais
Programas sociais orientados ao cidadão permitem acesso oportuno aos programas corretos, entrega efetiva de tais programas e resultados melhorados para garantir que os cidadãos estejam obtendo os benefícios prometidos.

3. O que é computação pervasiva e o que isso tem a ver com cidades inteligentes ?
A Computação Ubíqua e Pervasiva, em seus vários desdobramentos e aplicações, é considerada por muitos como o novo paradigma da Computação para o século XXI, o qual permitirá o acoplamento do mundo físico ao mundo da informação e fornecerá uma abundância de serviços e aplicações, permitindo que usuários, máquinas, dados, aplicações e objetos do espaço físico interajam uns com os outros de forma transparente, nas cidades inteligentes está fator está presente em tudo, seja nos maquinários das lavouras até os grandes centros.

4. Que tipos de áreas de conhecimentos, e profissionais, estão envolvidos na criação, administração de uma cidade inteligente ?

A primeira dimensão está ligada às pessoas da cidade: a inteligência, inventividade e criatividade dos indivíduos que vivem e trabalham na cidade. Esta perspectiva foi descrita por Richard Florida como ‘cidade criativa’, que agrega os valores e desejos da ‘nova classe criativa’, constituída pelo talento e conhecimento de cientistas, artistas, empresários, capitalistas de risco, além de outras pessoas criativas, que têm enorme impacto na determinação de como é organizado o espaço de trabalho e, portanto, se as companhias vão prosperar, e se a cidade vai se desenvolver ou não.
A segunda dimensão tem a ver com a inteligência coletiva da população de uma cidade: 'a capacidade de comunidades humanas cooperarem intelectualmente na criação, na inovação e na invenção'; 'o aprendizado e o processo criativo coletivos realizado através de trocas de conhecimento e de criatividade intelectual'; 'a capacidade de um grupo se organizar para decidir a respeito de seu próprio futuro e controlar as formas de atingi-lo em contextos complexos'. Esta dimensão é baseada nas instituições da cidade que permitem a cooperação no conhecimento e na inovação.
A terceira dimensão é relacionada com a inteligência artificial embutida no ambiente físico da cidade, e disponível para sua população: a infra-estrutura de comunicação, os espaços digitais e as ferramentas públicas para a solução de problemas disponíveis para a população da cidade.

5. Como se dá a relação das pessoas com o conceito de cidades inteligentes ?
Hoje em dia as pessoas estão cada vez mais ligadas as questões ecológicas do mundo e econômicas de seu país. Seguindo esse pensamento as cidades inteligentes estão sendo aceitas em muitos países.

6. O conceito de cidades inteligentes está atrelado apenas a grandes espaços urbanos, metrópoles ?
Não, a formação de regiões inteligentes não está necessariamente vinculada à noção de cidade urbana, vimos que já existem regiões rurais inteligentes no continente europeu. O mesmo poderá ocorrer no Brasil: regiões predominantemente rurais poderão ser consideradas inteligentes no futuro.

7. Qual a relação entre cidades inteligentes e mobilidade urbana ?
Um dos produtos de uma cidade inteligente seria a melhoria considerável da mobilidade urbana. A mobilidade urbana envolve todos os meios de transportes públicos e privados responsáveis pelo trânsito de pessoas pela cidade. Com um sistema integrado capaz de alertar a população sobre problemas de obras, engarrafamentos,
chuvas, acidentes, desabamentos, entre outros, com certeza haveria uma melhora significativa na mobilidade urbana.
http://mobilidadesustentavelespm.blogspot.com.br/2013/10/cidades-inteligentes-solucao-para.html
https://www.youtube.com/watch?v=EqdNhc65F2c

8. Qual a relação entre cidades inteligentes e sustentabilidade ?
As cidades, para enfrentar o desafio de se tornarem mais humanas, precisam conciliar seu crescimento redesenhando a si mesmas, criando ambientes mais seguros, sustentáveis e melhores para se viver. A tecnologia tem um papel fundamental neste contexto. É essencial criar uma relação entre os elementos tradicionais que compõem uma cidade com as novas tecnologias. Mas tecnologia, por si só, será insuficiente. Precisamos pensar um novo modelo econômico, que seja mais sustentável no longo prazo e menos esbanjador de recursos naturais. Precisamos rever os processos de gestão das cidades, considerando que as tecnologias poderão impactar de forma significativa a vida urbana, criando cenários de mudanças nem sempre rapidamente compreendidas ou absorvidas.

9. Qual a relação entre cidades inteligentes e qualidade de vida ? Mais tecnologia é sinônimo de mais qualidade de vida ?
Com mais mobilidade urbana e sustentabilidade o ganho é claro na qualidade de vida. Porém a tecnologia só se torna qualidade de vida se bem aplicado, como vimos anteriormente.


10. Qual o papel do profissional de sistemas de informação no conceito de cidade inteligente ?
O profissional de SI tem seu papel fundamental no desenvolvimento de softwares e/ou nas ideias sustentáveis usando a tecnologia.

11. Como uma cidade inteligente se relaciona com o conceito de cidadania ?
As cidades inteligentes visa muito o conceito de cidadania, pois nelas as pessoas são mais preocupadas com o próximo, pois muitas redes sociais fazem campanhas a favor da cidadania, com isso essas pessoas que estão sempre conectadas tem maior chance de ver e se sensibilizar com os ocorridos, tem também a cidadania no trânsito, cada vez mais os moradores dessas cidades estão consciente das consequências das imprudência no trânsito.

12. Qual a relação entre cidades inteligentes e economia criativa ? (pesquise sobre o termo economia criativa).
Como dito mais acima, as cidades inteligentes são criadas através de tecnologias inovadoras, na situação atual que o mundo está passando é essencial o desenvolvimento de ideias criativas com geração de renda, e essas cidades são vistas como tendo uma renda gerada através da criatividade e necessidade das pessoas.

13. Qual a relação entre cidades inteligentes e inclusão social ? (pesquise os diversos sentidos de inclusão social).
As cidades inteligentes integram não só as questões associadas à coesão social, mas também a diversidade cultural, a inovação e o empreendedorismo social e a inclusão digital ao nível dos serviços de saúde, segurança, educação, cultura e turismo. A utilização de tecnologias digitais ao serviço da integração social de camadas mais desfavorecidas da população é também alvo dessas cidades.

14. O que é uma Slow City e qual sua relação com uma Smart City ?
Slow City tem como principal objetivo ser uma cidade calma, com seus habitantes interagindo entre si, pouco movimentada, sem aqueles grandes centros urbanos e industrias, ambiente bem no estilo de cidades do interior com poucos habitantes, a relação com as Smart City é que ambas se preocupam com a sustentabilidade, mobilidade urbana e a interação entre seus habitantes.

15. Conclusão: Cidade Inteligente, é para todos? Aspectos positivos e negativos.
Podemos dizer que nada é pra todos, tem sempre aquelas pessoas que ainda não são adeptas as novas tecnologias e preferem viver sua vida com sempre foi, sem novas mudanças.
Positivo
  • Mobilidade Urbana
  • Ambientes agradáveis
  • Economia de água e luz
Negativo
  • As vezes grandes mudanças não são bem vindas
  • Grande investimento e que se tiver retorno, será a longo prazo